Discoteca: NELSON GONÇALVES, “Ele & Elas” (RCA, 1984)

Discoteca

Ao longo de sua carreira, o gaúcho Nelson Gonçalves (1919-1998) sempre buscou uma proximidade entre as novas gerações, sem deixar de lado o estilo inconfundível de cantar boleros, sambas e dores-de-cotovelo. Isto pode ser verificado através dos títulos de seus discos, como Nelson em HI-FI (1959, simbolizando a alta tecnologia da época) e Ainda é cedo (1997), o último álbum lançado em vida, onde interpretava canções de Lulu Santos, Rita Lee, Cazuza, Marina Lima, Marisa Monte e Legião Urbana, entre outros.

E foi o que aconteceu em meados da década de 80, mais precisamente em 1984, com o LP Ele & Elas. Nelson reuniu em estúdio um time imbatível de cantoras da MPB para interpretar, com ele, músicas de compositores de todos os tempos, como o parceiro e amigo Adelino Moreira, Herivelto Martins, Isolda e Michael Sullivan. Contemporâneas, como Núbia Lafayette e Ângela Maria, e outras, mais jovens, como Beth Carvalho, Joanna, Fafá de Belém e Alcione.

Abrindo o disco, o dueto inesquecível de Nelson e Fafá em O negócio é amar (Carlos Lyra e Dolores Duran), que narrava inúmeros tipos de amantes e possibilidades de amor, em meio a um diálogo delicioso entre os dois cantores, com direito a tradicional risada de Fafá:

“Tem apaixonado que faz serenata
tem amor de raça e amor vira-lata
amor com champagne, amor com cachaça
amor nos iates nos bancos de praça
tem homem que briga pela bem-amada
tem mulher maluca que atura porrada
tem quem ama tanto que até enlouquece
tem quem tem a vida por quem não merece
ai, amores a vista, amores a prazo…”

Núbia Lafayette cantou com Nelson o choro Devolvi, de Adelino, canção que gravou em seu primeiro disco, lançado no início da década de 60; Joanna trouxe seu toque romântico e popular ao LP com Como é grande o meu amor por você, clássico de Roberto Carlos lançado em 1967. Ângela Maria, junto com o “metralha” (apelido que Nelson tinha, por causa de sua gagueira), interpretou Pensando em ti, de Herivelto Martins e David Nasser. Alcione e Nelson contaram as histórias de um homem apaixonado e abandonado pela mulher em Louco (ela é seu mundo). E, fechando as participações, a sambista Beth Carvalho, em interpretação marcante e suave, soltou a voz em Pedi ao céu.
Entre uma presença feminina e outra, Nelson Gonçalves cantou outros choros e sambas, como Cara a cara (Lúcio Nascimento e Carlos Colla), Amor de trapo e farrapo (Paulo Vanzolini), Volta (Isolda), Momentos eternos (Paulo Sergio Valle e Eduardo Lages), Cena (Paulo Massadas e Michael Sullivan) e Refúgio (Adelino Moreira).

A receptividade do público com Ele & Elas foi tão positiva que o projeto rendeu outros três LPs, feitos nos mesmos moldes: em 1985, Ele e Eles, com participações de Tim Maia, Fagner, Martinho da Vila, Caetano Veloso e Luiz Gonzaga; em 1986, Ele & Elas volume 2, com Maria Bethânia, Gal Costa, Tetê Espíndola e Elza Soares; e Nós, de 1987, com as presenças de Zizi Possi, Milton Nascimento, Chico Buarque, Lobão e Nana Caymmi.

Faixas:
O negócio é amar (Carlos Lyra e Dolores Duran)
Cara a cara (Lúcio Nascimento e Carlos Colla)
Devolvi (Adelino Moreira)
Amor de trapo e farrapo (Paulo Vanzolini)
Louco (Ela é seu mundo) (Henrique de Almeida e Wilson Batista)
Volta (Isolda)
Como é grande o meu amor por você (Roberto Carlos)
Momentos eternos (Paulo Sergio Valle e Eduardo Lages)
Pensando em ti (Herivelto Martins e David Nasser)
Cena (Paulo Massadas e Michael Sullivan)
Pedi ao céu (Luverci Ernesto e Almir)
Refúgio (Adelino Moreira)

4 comments

  • Exelente sua preocupação de manter viva a memória talves maior voz brasileira de todos os tempos. Aproveito para solicitar-lhe uma informação: em qual LP ou Cd de eles e elas se encontra a música Cara a Cara? grato.
    Continue assim prestigiando e mantendo a lembrança viva de nossos grandes intérpretes e compositores.

  • Sou radialista e pesquisando compositores de interpretaçoes de Nelson nao encontrei de Violao, gostaria de ter esta opçao para pesquisas e informaçoes sobre os compositores.

Deixe uma resposta